Inscreva-se para receber, toda semana, o Boletim da Minhoca com informações importantes sobre minhocas e minhocultura.

Minhobox | Boletim da Minhoca
PORTAL DA MINHOCA
  • Idioma Português
  • Idioma Espanhol
  • Idioma Inglês
Boletim da Minhoca

Perguntas e respostas com ilustrações bem-humoradas sobre as maravilhas e curiosidades do universo da minhoca e sua criação, publicadas semanalmente no Boletim da Minhoca, a newsletter da Minhobox, que sorteia e premia acertadores.
  • Qual minhoca tem as cores do arco-íris no dorso? -- A vermelha-da-califórnia (<em>Eisenia andrei</em>) ou a gigante-africana (<em>Eudrilus eugeniae</em>)?
  • gráfico Qual minhoca tem as cores do arco-íris no dorso? -- A vermelha-da-califórnia (<em>Eisenia andrei</em>) ou a gigante-africana (<em>Eudrilus eugeniae</em>)?

Qual minhoca tem as cores do arco-íris no dorso?
A vermelha-da-califórnia (Eisenia andrei) ou a gigante-africana (Eudrilus eugeniae)?

Azuladas, rosadas, esverdeadas, listradas, avermelhadas, amarronzadas, multi-coloridas, iridescentes, reluzentes e até despigmentadas são algumas das estampas que cobrem a pele do corpo de mais de oito mil espécies de minhocas dispersas por todo o mundo.

Via de regra, o extrato do solo em que vive uma minhoca define o tipo de hábito alimentar e, concomitantemente, a pigmentação: as espécies que habitam as camadas superiores são mais pigmentadas e têm cores mais vivas do que as que vivem nos extratos mais profundos da terra. Esse parâmetro, inclusive, já serviu para classificar grupos de minhocas.

Espécies detritívoras do gênero Archipheretima, autóctones das Filipinas, são extraordinariamente coloridas. Uma delas, por exemplo, tem a epiderme salpicada de diversas cores supostamente para se escamotear na superfíce do solo coberto de folhas caídas de várias tonalidades. As espécies geófagas são menos pigmentadas, como a rosa-mansa (Pontoscolex corethrurus), originária do Platô Guianense, por exemplo, que de tão transparente e sem cor, deixa visualizáveis seus caracteres internos: um laboratório vivo que, mesmo sem dissecação, expõe seus vasos sanguíneos e órgãos vitais.

A espécie detritívora, vermelha-da-califórnia (Eisenia andrei), mundialmente disseminada através da minhocultura, apresenta coloração vermelho-amarronzado, com brandos clareamentos na região compreendida entre seus anéis. Sua companheira dos criatórios, a minhoca gigante-africana (Eudrilus eugeniae), por sua vez, especialmente quando exposta úmida ao sol, apresenta o dorso da pele avermelhada com tons iridescentes, reproduzindo as cores do arco-íris.

 

Afrânio Augusto Guimarães - zootecnista / MINHOBOX.

 

Resposta: gigante-africana.

Ganhadora: Poliane de Oliveira Souza.

  • Imprima esta página.
    Imprima esta página.
  • Envie esta página para alguém.
    Envie esta página para alguém.
  • Envie uma mensagem para a Minhobox.
    Envie uma mensagem para a Minhobox.
  • Deixe seu comentário sobre esta página.
    Deixe seu comentário sobre esta página.
  • Compartilhe esta página no Facebook.
  • Recomende esta página pelo Twitter.
  • Recomende esta página pelo Google+.
Deixe seu comentário sobre esta página.
Enviar
Envie esta página para alguém.
Envie uma mensagem para a Minhobox.