Inscreva-se para receber, toda semana, o Boletim da Minhoca com informações importantes sobre minhocas e minhocultura.

Minhobox | Boletim da Minhoca
x
PORTAL DA MINHOCA
  • Idioma Português
  • Idioma Espanhol
  • Idioma Inglês
Boletim da Minhoca

Esterco de elefante

  • Esterco de elefante
  • Minhocas inoculadas em esterco de elefante incrementam a reprodução e geram húmus fibrosos e repletos de sementes em germinação.

Um plantel de minhocas da Minhobox foi mimoseada com um banquete de peso: enfastiadas com o cardápio rotineiro de esterco de vacas e restos vegetais, algumas delas foram selecionadas para se submeterem a degustações que testaram o esterco de elefantes como matéria-prima para a produção de húmus e reprodução de minhocas. Recebendo comida na boquinha, como todo experimento exige, as cobaias se lambuzaram de um prato vegetariano e nada adiposo — embora a fonte fosse obesa —, e revelaram gordos segredos aos chefs da empresa.

Sem a mesma propriedade digestiva dos animais ruminantes, os elefantes eliminam fezes com alimentos quase incólumes, especialmente as fibrosas gramíneas que compõem a dieta principal destes herbívoros. A composição das fezes do paquiderme é tipicamente abundante em carbono e relativamente pobre em compostos nitrogenados, como a amônia e uréia. Em analogia com o uso de estercos comuns na minhocultura, o resultado da combinação destas condições é a assimilação mais rápida pelas minhocas do esterco de elefantes, decorrente da inexistência de substâncias repulsivas, e a germinação excessiva de sementes de ervas daninhas no minhocário, não degradadas pela digestão deficiente dos trombudos. Ao final da humificação, os colchões preenchidos com o substrato proveniente do esterco de elefantes pareciam com uma sementeira cultivada em húmus de aspecto fibroso. Pouco denso e muito poroso, o substrato, entretanto, foi favorável à reprodução de minhocas por lhes proporcionar facilidade do alinhamento de seus corpos requerido na cópula.

Ao voltarem a consumir o prato do dia a dia da Minhobox, as minhocas ficaram com uma tromba de todo o tamanho, se recordando com memória de elefante da comida que tinha a raridade de um marfim.

 

Afrânio Augusto Guimarães – zootecnista / MINHOBOX
Jornal da Minhoca - edição 65 - Março de 2012
Atualizada em abril de 2019
  • Imprima esta página.
    Imprima esta página.
  • Envie esta página para alguém.
    Envie esta página para alguém.
  • Envie uma mensagem para a Minhobox.
    Envie uma mensagem para a Minhobox.
  • Deixe seu comentário sobre esta página.
    Deixe seu comentário sobre esta página.
  • Compartilhe esta página no Facebook.
  • Recomende esta página pelo Twitter.
  • Recomende esta página pelo Google+.
Deixe seu comentário sobre esta página.
Enviar
Envie esta página para alguém.
Envie uma mensagem para a Minhobox.

Notice (8): Undefined variable: usemob [APP/View/Elements/LojaInterno2.ctp, line 31]

 

 

 

 

Notice (8): Undefined variable: usemob [APP/View/Elements/LojaInterno2.ctp, line 113]